invisible ink

“you wrote me a note

the pages were blank

and i, i should have known

invisible ink”

(the dodos, red and purple)

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em música

defesa (balanço do feriado)

porque quem fala em tom de desprezo sobre a farofa na praia não conhece o prazer de tomar uma caipirinha na areia, embaixo do guarda-sol, enquanto petisca alguns quitutes que sejam um tanto gordurosos e façam muita sujeira, de preferência.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized, viagem

cálculo

na preparação para encarar algumas horas de estrada, começo a olhar com mais calma a minha case de cds no carro e a gravar algumas coisas novas. no pouco tempo que gasto no carro no dia a dia, acabo girando em torno dos mesmos cds (e focando nas novidades no ipod). mas, percebi agora, tenho alguns bons companheiros de estrada que nunca falham. in rainbows, do radiohead, a ghost is born, do wilco, funeral, do arcade fire, e the boy with the arab strap, do belle and sebastian, são obrigatórios. para esse carnaval, resolvi inovar loucamente (haha) e levar para o carro os meus amigos da cozinha. gimme fiction, do spoon, chutes too narrow, do shins, e grand prix, do teenage fanclub. e que venha o trânsito.

2 Comentários

Arquivado em música, Uncategorized, viagem

the end of alone

estava lendo agora este artigo (que eu tirei daqui) e me dei conta de como sinto saudades de desligar o celular, pegar um trem de impulso e cair em uma nova cidade (ou país) sem que ninguém no mundo soubesse onde eu estava. e aproveitar a sensação de liberdade. porque não existe nada mais libertador do que estar sozinho (alone, not lonely).

8 Comentários

Arquivado em internet, viagem

a mágica do mercado

porque um bom nome para um fundo é o suficiente. humor britânico sobre a crise financeira. genial.

Deixe um comentário

Arquivado em economia

no big hair!!

impressionante como cortar (bastante) o cabelo dá uma sensação de troca de energia, renovação mesmo. você deixa a tesoura levar embora o peso, o desnecessário. fora a coragem de mudar totalmente a cara, o enquadramento. adrenalina pura.

no clima, musiquinha do pavement. puro espírito de sábado.

6 Comentários

Arquivado em hoje e ontem

propensa

“o que é que houve meu amor,

você cortou os seus cabelos?

foi a tesoura do desejo

desejo mesmo de mudar”

Deixe um comentário

Arquivado em hoje e ontem